Buscar
  • Bitcom Internet Fibra

Lendas Gaúchas - Lagoa Vermelha

Atualizado: 9 de mar.

Conhece a lenda da lagoa sem fundo?


Diz a lenda que, na época das Missões Jesuíticas, padres perseguidos pelos mamelucos procuravam esconder o gado e relíquias. Vinham eles com uma caravana de índios e alguns cargueiros, conduzindo ouro e outros objetos da riqueza sacra das Reduções. Estavam prestes a serem alcançados quando lançaram tudo lagoa adentro. Os animais, sob o peso da carga, puxados pelos índios, entravam na lagoa, submergindo e sepultando consigo a preciosa carga. Desde então as águas tornaram-se de uma cor vermelho amarelada, que nunca mudou de tom, simbolizando o ouro sagrado.


A lagoa ficou perene em tudo, nunca mudou de cor, nunca aumentou de volume e também não diminui com secas e não transborda. Sua quietude constitui a proteção de uma riqueza inviolável e sagrada. Existe muito lodo no leito e a fé à lenda afasta os ambiciosos. Se um dia alguém profanar a lagoa sagrada, secará as águas e tudo se transformará em deserto. Ao redor da lagoa, cresceu uma bela cidade, que tomou seu nome – Lagoa Vermelha. E cada vez que um dos seus moradores passa na beira das águas coloradas, lembra que ali ninguém se banha, nem pesca, pois, conforme a lenda, a lagoa não tem fundo.


#LendasGaúchas #Bitcom #LagoaVermelha

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo